Nossa História

A Organização de Luto Baldocchi iniciou suas atividades em 1967 e surgiu a partir do entendimento de seu fundador, o senhor Luiz Baldocchi, homem de espírito empreendedor, ex-industrial do setor de calçados femininos de luxo, formador de vários profissionais, gerador de 120 empregos diretos além de muitos outros indiretos, de que as famílias de Ribeirão Preto mereciam um atendimento funerário diferenciado.

Na época os velórios eram realizados nas residências e, identificando uma necessidade criou o serviço de copa durante o velório, onde oferecia café, chá, lanches, aperitivos, e até bebidas destiladas, servidos pela equipe própria de copeiras devidamente treinadas e uniformizadas. Ainda se fazia presente nos cortejos coordenando todo o cerimonial.

Mas não parou por aí, idealizou e ainda no primeiro ano de atividade foi o pioneiro na concepção e venda do Plano de Mútuo Funerário, batendo de porta em porta numa época em que falar de morte era considerado um tabu muito maior do que nos tempos atuais. Encontrou discriminação, porém acreditava na força do seu produto, na honra do seu trabalho, e obstinado perseverou e fez o Mútuo ser aceito e presente por décadas.

Foi pioneiro também em oferecer aos clientes do Plano Mútuo Funerário a assistência jurídica para os familiares da pessoa falecida que eram assistidas pelo saudoso Prof. Dr. Rubem Cione.

Em 1972 abriu uma funerária na cidade de Sertãozinho, sendo a primeira funerária a possuir filial.

Sempre apoiado pela família, seus sucessores somaram aos seus esforços e trabalho e conquistaram uma unidade Velório e a abertura de filiais e, houve então a implementação do Plano de Assistência Familiar, hoje amplamente divulgado e aceito, cuja preocupação, assim como numa família, se estendeu para os cuidados em vida.

Luiz Baldocchi faleceu em 2005 aos 88 anos e não deixou somente um negócio para seus descendentes, deixou um legado de ética e valores que seus sucessores fazem questão de preservar, que faz manter a memória dele que é tão querida, e que ambiguamente, toda a vez que nos colocamos à disposição para o atendimento funerário nos traz a recordação, cheia de orgulho e saudade dele por essa missão.